S07-06

S07-06

As Mediações Digitais Automatizadas: os desafios para a cultura contemporânea

 

Foi demostrado que o tempo médio para decidir sobre a credibilidade de um website é de 2,30 segundos (Robins & Holmes, 2008). Websites de domínio privado com informações relativas à saúde, finança, às políticas públicas, proteções de dados, vendas de casas, viagens, seguros etc. Informações sobre as quais deveríamos decidir fazendo apelo ao nosso sentido pragmático, mas que apesar disso são retidas precipitadamente. Como poderíamos, então, debater de forma séria e aprofundada sobre conteúdos, ligados à vida cívica e democrática, se retirados através de uma atenção pré-reflexiva?

Outro exemplo que nos confirma a emergência de tal atitude pré-reflexiva é refletido na pesquisa Social Clicks What and Who Gets Read on Twitter (Gabielkov et al., 2016), onde se constata que o 59% dos utilizadores do Twitter retwuittam sem terem lido o texto do tweet. Na mesma linha vai a pesquisa sobre as votações dos posts no Reddit, Identifying and Understanding User Reactions to Deceptive and Trusted Social News Sources (Glenski et al., 2017), onde foi testado que 78% dos supostos leitores costuma tomar posição sobre os posts sem ler os textos correlacionados. Apesar de tudo, nessas duas pesquisas emerge uma curiosa atenção por parte dos utilizadores sobre os comentários ao retweets e às votações, como se interessasse mais a tónica das observações para decidir com qual dos trends alinhar. Estas atitudes instintivas e reativas testemunham uma paradoxal busca de contexto, uma vez que o que é mais tomado em conta é o enquadramento dos juízos pró ou contra os textos objeto de partilha e divulgação.

Tais experiências pré-reflexivas, ao espelhar o sistema nervoso dos públicos em rede, remetem também para o design das interfaces com as quais nos deparamos constantemente. Quem projeta os dispositivos e os seus programas aposta num determinado tipo de uso e gratificação do utilizador, isto é, o da Intermittent Variable Rewards. Foi o designer Tristan Harris (ex-Google design ethicist) que confirmou como o propósito de uma Web-Company é o de reforçar a dependência dos utilizadores no acesso aos seus produtos info-comunicacionais. Segundo o designer, os nossos tiques de pegar frequentemente no smartphone, espreitar as notificações, fazer scroll ou refresh nas páginas dos nossos perfis nas redes sociais ou na caixa de email, correspondem ao almejado efeito de slot machine que qualquer App ou Website pretende atingir. Todas as vezes que tocamos nos nossos dispositivos, controlamos, abrimos e fechamos as nossas contas online experienciamos a adrenalina gerada pelos intermittent variable rewards.

Keywords: Comunicação pré-reflexiva; Atenção Fragmentada; Colapso de Contextos; Web-Design; Dependência de Feedback.

Firmantes

Nombre Adscripcion Procedencia
Vania Baldi Universidade de Aveiro -Digital and Media Interaction Centre Portugal

ORGANIZA

COLABORA